O que é esse terrível problema?

Ele é um tipo de malware (“software malicioso”) que bloqueia o acesso ao sistema infectado e cobra um resgate para que o acesso possa ser restabelecido. Como se fosse um sequestro. De acordo com relatórios divulgados pelas maiores empresas de segurança do mercado, como Norton, Kaspersky, Cisco, entre outras, esse é o tipo de malware mais rentável da história e na atualidade domina o mercado de ameaças digitais. O primeiro relato documental deste tipo de ataque foi em 2005 nos Estados Unidos.

Um exemplo deste tipo de malware é o ransomware “Wanna Cry”, que criptografa arquivos no computador da vítima. Em seguida informa que os arquivos somente poderão ser recuperados com o uso de uma chave muito difícil de ser quebrada, e que a vítima receberá após efetuar pagamento feito pelo “resgate” dos dados, geralmente em bitcoin (uma moeda virtual). Trata-se de um golpe ou de fato uma ação extorsiva pois esse tipo de hacker (crackers), mesmo após o pagamento do resgate, pode ou não fornecer a chave para descriptografar os arquivos.
Ao contrário dos trojans (Cavalos de Tróia), os ransomwares não permitem acesso externo ao computador infectado. A maioria deles é criada com propósitos comerciais.

Como se proteger?

  • A primeira ação a ser tomada é manter o seu sistema operacional sempre atualizado, com todos os pacotes de correções aplicados. Geralmente empresas de sistemas operacionais como a Microsoft por exemplo, costumam liberar atualizações mensalmente.
  • A segunda e não menos importante é ter instalado em seu computador um excelente antivírus, mantendo ele sempre atualizado e com todas as proteções ativadas. As proteções podem variar de fabricante para fabricante dessas ferramentas, mas a grande maioria conta com proteções como: Acesso à Internet, Firewall, proteção de e-mail, proteção de arquivos e etc…
  • A terceira e também não menos importante que as outras duas acima é manter sempre um backup de seus arquivos em outros locais como eu comentei no meu post anterior sobre backup de arquivos.

Infelizmente ainda não existe uma maneira 100% eficaz para nos proteger dessa ameaça terrível. Entretanto, seguindo os passos acima, será muito difícil de acontecer isso com você, porém, caso algo aconteça, você ainda tem como recuperar suas informações pelo seu backup.

Um abraço e até breve.

Texto por Mateus Ricci